Alimentação

Os camar√Ķes, sendo um animal omn√≠voro e detrit√≠voro, alimenta-se do que encontra como j√° foi referido. 

A sua dieta é maioritariamente composta por biofilme rico em proteína bacteriana e enzimas.

No habitat natural, as folhas que caem no outono e acabam no fundo do rio s√£o uma √≥tima base de forma√ß√£o de biofilme e elas pr√≥prias uma fonte de fibra que ajuda na digest√£o dos camar√Ķes permitindo melhor absor√ß√£o e aproveitamento de nutrientes.

Os camar√Ķes rec√©m nascidos, durante o primeiro m√™s alimentam-se quase em exclusivo de biofilme que se forma no nosso aqu√°rio, seja em superf√≠cies, folhas existentes (catappa, nogueira, bananeira, carvalho), plantas ou musgos e que se decomp√Ķe formando uma micro flora rica para eles.

Na eventualidade de insufici√™ncia √© necess√°rio suplementar com probi√≥ticos tais como Biozyme, Polytase, Bacter AE e alimenta√ß√£o espec√≠fica para crias tais como Growth/Baby ou Biomax #1.

O uso de comida ‚Äúbaby‚ÄĚ, e de pequena granulometria rica em prote√≠na animal vai auxiliar o  desenvolvimento e crescimento necess√°rio de forma saud√°vel.

√Ä medida que os camar√Ķes v√£o crescendo podemos aumentar a granulometria, sendo que quando existe um elevado n√ļmero, algumas comidas de maior tamanho √© recomendado serem divididas, ficando mais acess√≠veis a todos evitando grandes aglomerados e lutas, podendo originar perda de membros, olhos ou originar a morte durante a disputa.

Nos camar√Ķes adultos, a prote√≠na animal, apesar de necess√°ria n√£o deve ser em excesso.

As algas devem estar sempre presentes, s√£o uma fonte de vitaminas e podem, nos nossos aqu√°rios ser substitu√≠das por legumes e vegetais, tal como o espinafre que tamb√©m √© uma excelente fonte de c√°lcio necess√°rio para o exosqueleto, cenoura, br√≥colos, curgete. (Devem ser sempre fervidos 2 a 3 minutos e introduzidos na alimenta√ß√£o uma vez √† semana, retirar do aqu√°rio ap√≥s duas horas).

A alimenta√ß√£o pode ser complementada com vitaminas¬†e antioxidantes que s√£o uma mais valia para a sa√ļde do camar√£o (sistema imunit√°rio).
Astaxantina/Carotenos √© um “super alimento” que ajuda na forma√ß√£o de pigmentos mais coloridos na carapa√ßa, mas usado em excesso pode ser prejudicial e colocar em risco a sobreviv√™ncia da col√≥nia ao acelerar o metabolismo causando desequil√≠brio.
Beta-Glucano
¬†estimula as defesas dos camar√Ķes ao “simular” uma doen√ßa bacteriana obrigando o sistema imunol√≥gico a defender-se uma vez que ele n√£o aprende.
O camar√£o alimenta-se em geral de tudo o que apanha no aqu√°rio e, √© ben√©fico ter um dia semanal de “jejum” para¬†limpar, expulsando o excesso de mat√©ria org√Ęnica e bact√©rias no trato intestinal,¬†apesar de ter sempre dispon√≠vel alimento natural.
Pode ser usada alimenta√ß√£o “Detox” anteriormente para auxiliar este processo.

Uma alimenta√ß√£o em excesso √©¬†sempre prejudicial¬†para os nossos aqu√°rios, podendo n√£o ser consumida e decomposta, originando o aparecimento ou maior reprodu√ß√£o de seres indesejados tais como detritus worms, rhabdocoela,¬†parasitas,¬†e no caso da exist√™ncia de carac√≥is, alguns tornarem-se “praga”.¬†


Uma alimentação diária, variada, equilibrada e de qualidade é ESSENCIAL!

BACK TO TOP
0
    0
    item(s)